Tag: rpg

One Shot 003 – Mestrando RPG

One Shot 003 – Mestrando RPG

Opa! Vamos falar de RPG.

O João teve assuntos de adulto para resolver (a.k.a trabalho) e não pode comparecer na gravação dessa vez, então, Adilson e Cyro resolveram falar sobre a arte (ou não) de se contar uma história em uma mesa de RPG: Qual é o papel do mestre e como a coisa toda funciona?

Qual a lógica que se pode ser utilizada para criar uma boa história de RPG? Quais os principais desafios e as principais dicas para quem decide ficar atrás do escudo em uma mesa de jogo? Saiba tudo isso na próxima edição do Globo Repor… Ops, no novo episódio do Erro Crítico, o podcast da família RPGística brasileira!

E, como sempre, não deixem de comentar, nos enviar e-mailassinar nosso feed e dar uma passadinha lá no nosso canal do YouTube.

Ah! Episódios One Shot não têm vídeo de abertura no YouTube… 🙁 Mas daqui 15 dias estaremos de volta na telinha também! Até a próxima, e bora rolar alguns dados!

Ep. 011 – A Piada Mortal (Obras e Obreiros)

Ep. 011 – A Piada Mortal (Obras e Obreiros)

Finalmente é hora de falar do Cavaleiro das Trevas, o Homem Morcego, aquele que protege Gotham enquanto recebe todos os tipos de benesses dos roteiristas: O Batman!

No episódio de hoje, inauguramos a participação do sr. Bruce Wayne (e do sr. J) no Erro Crítico fazendo análise de uma das histórias mais influentes e controversas escritas para o Cruzado Encapuzado: A Piada Mortal, dos srs. Alan Moore e Brian Bolland.

Analisamos as 2 histórias contadas na HQ e também, de quebra, damos uma ideia de como seria criar o Batman como personagem de RPG em GURPS.

Veja a primeira parte do nosso papo no YouTube:

Não deixe de assinar nosso canal, assinar nosso feed e nos corrigir!

Até a próxima, e mantenha, a todo o custo, a sanidade!

P.S: Obrigado a todos por termos atingido a marca de 1000 downloads! É pouco, mas pra gente é MUITO!

Ep. 004 – Caverna do Dragão (Clássicos)

Ep. 004 – Caverna do Dragão (Clássicos)

O time está completo novamente e pronto para inaugurar um novo quadro no podcast: Clássicos!

A ideia é falar de coisas que o grupo considera clássicas e que fizeram parte da nossa história de relacionamento com a cultura pop.

 

Para lançar o quadro, vamos falar sobre o desenho que mais tem a ver com RPG (ou não?) da TV: Caverna do Dragão.

 

Ouçam, comentem, assinem nosso feed e continuem ganhando XPs!

 

Ah! Você pode encontrar o roteiro do episódio 28 “Requiem” aqui!

One Shot 001 – Jogando RPG

One Shot 001 – Jogando RPG

O Cyro sumiu (mas que novidade!)! Então Adilson e João precisam “se virar nos 30” e criar alguma coisa, certo?

Esse é o primeiro (de muitos, dado o histórico do Cyro), onde o time não estará completo mas, mesmo assim, tem episódio novo.

Não é um episódio numerado, porque a pauta é meio que aberta, mas estamos aqui!

Nesse primeiro One Shot, a discussão é sobre RPG: histórias one shot, criação de personagens, diferenças entre sistemas e a diferença entre RPG e o teatro (na verdade deve ter uns 2 minutos apenas sobre isso).

 

Curtam e, como sempre, qualquer dúvida é só escrever para: contato@errocritico.com.br e a gente responde.

 

Ah! Assinar o feed em um One Shot, dobra os XPs ganhos. Não se esqueça.

Ep. 002 – Christopher Lambert (E você, daria uma chance?)

Ep. 002 – Christopher Lambert (E você, daria uma chance?)

Nesse episódio inauguramos um novo quadro.

A ideia é analisar uma “entidade” da cultura pop que um dia foi relevante, porém, já não é mais.

Quem é, o que fez e por onde anda o eterno e icônico Highlander?

E você, daria uma chance… para Christopher Lambert?

Ouça e comente!

Ep. 001 – Quem somos e o que o RPG tem a ver com isso

Ep. 001 – Quem somos e o que o RPG tem a ver com isso

Agora é oficial! Chegamos!

Nosso blog (e consequentemente nosso podcast) está no ar.

Nesse primeiro episódio, conheça os caras que irão compor o time fixo do podcast e saiba como o RPG uniu todo mundo…

Bem-vindos e esperamos que vocês fiquem por aqui!

Nesse espaço vale a máxima que, na vida real (GURPS) é importante lembrar que 665 pode ser tão ruim quanto 666.